Pesquisadores da UERN resgatam memória religiosa de Natal

Através do projeto de iniciação científica “Memória religiosa da cidade de Natal”, pesquisadores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) estão fazendo levantamento de registros e análise da memória de espaços significativos para a história da cidade de Natal.
O objetivo é investigar e registrar relatos e memórias de lugares que se relacionem com o cotidiano presente e passado da cena religiosa potiguar, a partir de registros documentais, fotográficos e coleta de relatos ligados à memória de grupos sociais da cidade de Natal.
A pesquisa parte da definição da história como ciência da memória, todavia, por inúmeras razões, essa história construiu-se frequentemente de forma parcial e universalizante. A história das religiões é herdeira de uma tradição anterior, proveniente da filologia, linguística comparada e da história comparada das religiões, entretanto, com a guinada histórica foi possível impulsionar o debate acerca do conhecimento sobre as culturas e tradições religiosas.
De acordo com a coordenadora do projeto, professora Irene de Araújo Van den Berg, o trabalho pretende analisar como e de que forma a memória de lugares, e os lugares de memória, são construídos e colaboram para a memória religiosa, que é parte significativa da memória e história da própria cidade. “A pesquisa parte da premissa que a memória histórica é uma construção, materializada numa escrita a partir de filtros e seleções, que atua na demarcação e fixação de fatos, eventos, instituições, grupos e sujeitos, e que colabora significativamente na produção de representações e identidades, em síntese, define uma memória social”, afirma a coordenadora.
Ainda segundo a coordenadora, a ideia surgiu a partir da escassez de material bibliográfico sobre o tema, o que vem mudando nos últimos anos com a produção de novos trabalhos de pesquisa, sobretudo oriundos do curso de Ciências da Religião da UERN, mas que ainda carecem de um nível maior de amadurecimento por tratar-se, sobretudo, de trabalhos monográficos de graduação e/ou especialização.
O projeto compreende a identificação de lugares depositários e fomentadores de memórias que ponham em atividade dinâmicas de grupos sociais, ao mesmo tempo que acionam articulações simbólicas e práticas em torno desses espaços, assegurando a devida valorização à área temática intensamente debatida e incentivada no universo acadêmico contemporâneo e que por razões diversas vem sendo historicamente negligenciada no contexto local.
O trabalho está mapeando sujeitos e grupos capazes de trazer à tona essa memória e fazê-la evidenciada por meio de estratégias de pesquisa integradas à história oral, registrando e coligindo entrevistas, depoimentos, registros fotográficos, documentos entre outros.
Em novembro de 2018, os professores Irene de Araújo Van den Berg e Rodson Ricardo Nascimento organizaram, junto com o estudante Kamisson Danyel de Azevedo Silva, uma caminhada por alguns espaços religiosos do centro histórico da cidade de Natal. O evento envolveu alunos da graduação e especialização em Ciências da Religião, bem como público externo interessado nas temáticas da história das religiões e história da cidade.
O percurso compreendeu áreas públicas do Centro Histórico de Natal, conhecendo a história de monumentos, instituições, personagens e práticas ligadas ao repertório religioso da cidade.